Formação

Alimentação de textura modificada

Destinatários: Estudantes e profissionais da área da saúde e todos os interessados na temática

Formato da Acção: Presencial

Ver todas as Acções

Objetivos:

No final da formação os formandos deverão ser capazes de:

  • Definir alimentação de textura modificada;
  • Reconhecer os contextos de aplicabilidade da alimentação de textura modificada e espessamento de líquidos;
  • Conhecer as diferentes nomenclaturas e classificações das dietas de textura modificada;
  • Modificar a consistência de líquidos e alimentos sólidos corretamente, garantindo a segurança do beneficiário;
  • Compreender a importância da palatibilidade e empratamento na aceitabilidade das refeições de textura modificada.

 Conteúdos:

  • Definição conceptual de alimentação de textura modificada;
  • Adequação nutricional das dietas de textura modificada;
  • Propriedades reológicas dos alimentos;
  • Diagnósticos e situações em que a alimentação de textura modificada é recomendada;
  • Classificação de dietas de textura modificada: apresentação da nomenclatura segundo a IDDSI -International Dysphagia Diet Standardisation Initiative
  • Modificação da consistência de líquidos: soluções caseiras vs. soluções industrializadas;
  • Modificação da consistência de alimentos sólidos: soluções caseiras vs. soluções industrializadas;
  • Conselhos práticos de adaptação e apresentação de dietas de textura modificada.

Formadora: Daniela Marques de Sousa

Nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP) e atual mestranda em Educação para a Saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do porto. Trabalhou em nutrição clínica na Associação do Porto de Paralisia Cerebral, onde também desenvolveu funções como membro da equipa técnica do Projeto “Alimentação na(s) Deficiência(s)” financiado pela Direção-Geral da Saúde.