Curso de Especialização Avançada em Perturbação do Espectro do Autismo

Cursos de Especialização Avançada Curso de Especialização Avançada em Perturbação do Espectro do Autismo

  • logo_accaoformativaacreditada_jpeg.jpg
Data limite de inscrição 29-10-2024
320 €-30%
224,00 €
  • Pagamento Fracionado82,13€
  • Mensalidade3x
Promoção válida de 09.06 a 31.08.2024
Por favor faça login para poder inscrever-se
Login
Contacte-nos (WhatsApp)

Tipo de Acção: Cursos de Especialização Avançada
Formato da Acção: E-learning e Live Streaming
Duração: 44 horas
Local: Online
Calendário: 29-10-2024 a 19-12-2024
Horário: Pós-laboral
Data limite de inscrição: 29-10-2024

Coordenação Pedagógica: Dra. Inês Velhote

Acreditação

Ordem dos Psicólogos: 22 créditos - Psicologia Clínica e da Saúde Psicologia da Educação Intervenção Precoce Necessidades Educativas Especiais

Destinatários

Psicólogos Juniores e Psicólogos

Equipa Pedagógica

Silvana Duarte Rodrigues Vieira da Costa

Silvana Duarte Rodrigues Vieira da Costa

+ info

Silvana Duarte Rodrigues Vieira da Costa

Silvana Duarte Rodrigues Vieira da Costa

Terapeuta da fala, licenciatura na Escola Superior de Saúde do Porto, IPP. Mestre em educação especial: Multideficiencia e problemas de cognição pela Escola Superior de Educação do Porto, IPP. Pós-graduada em Terapia da Fala em contextos de saúde-interface voz,deglutição e motricidade pelo Instituto Criap, Porto.
Prática profissional no âmbito educacional e de saúde publica, como terapeuta da fala e formadora. Atuação em contexto clínico, em clínicas/gabinetes no distrito de Aveiro e Porto; Membro da equipa do Centro de Recursos para a Inclusão da Cercivar;
Editora de artigos de carácter descritivo para a enciclopédica digital temática Knoow.net
Curso nivel2 de língua gestual portuguesa pela Ass. Surdos Porto
Experiência profissional em Luanda, Angola como terapeuta da fala e formadora no hospital publico-privado Multiperfil-Centro de Investigação Médico Cirurgica de Angola & Centro de formação de Saúde Multiperfil.

Carina Suéli da Silva Vidinha

Carina Suéli da Silva Vidinha

+ info

Carina Suéli da Silva Vidinha

Carina Suéli da Silva Vidinha

Professora de Educação Especial

Licenciada em Educação do 1º Ciclo - Ensino Básico

Pós-Graduada em Educação Especial - Domínio Cognitivo e Motor

Mestre em Educação Especial - Domínio Cognitivo e Motor

Foi formadora nos cursos EFA - Técnico de Ação Educativa

Foi coordenadora de departamento de Educação Especial

Formadora certificada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Continua de Professores em B06-Educação especial;C13-Sensibilizacao à Educação Especial.

Larissa de Andrade Alves

Larissa de Andrade Alves

+ info

Larissa de Andrade Alves

Larissa de Andrade Alves

Terapeuta Ocupacional desde 2014 pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM- Brasil)

Pós-graduada em Terapia Ocupacional aplicada à Neurologia pela FAMESP (2016)

Pós Graduada e Certificada em Integração Sensorial pela 7Senses em e parceria com a Western Psychological Services (WPS) - 2018.

Experiência em contexto clínico e apoio educacional, desde 2015, na área do Neurodesenvolvimento, nas perturbações do desenvolvimento, nomeadamente, Perturbação do Espectro do Autismo, Atraso Global de Desenvolvimento, Disfunções de Integração Sensorial, Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção, entre outras.

Formação complementar em “Integração Sensorial na alimentação e no Toileting”; “Bases neuronais do sucesso escolar”; “Minicurso Autismo”; “Comunicação Aumentativa e Alternativa” e “The SOSI-M and COP-R: Theory, Administration and Scoring”; “Sala de Integração Sensorial: construção, administração e uso eficiente dos recursos” e “Mentoria/supervisão avançada em Integração Sensorial”.

Inês Velhote

Inês Velhote

+ info

Inês Velhote

Inês Velhote

Psicóloga Clínica e Educacional, com especialidade de Psicologia Clínica, Educacional e Necessidades Educativas Especiais. Licenciada pelo Instituto Superior da Maia. Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde, pelo Instituto Superior da Maia. Doutoranda em Psicologia Clínica na Universidade do Minho.

Colaboradora da APPDA - Norte de 2009-2011, na valência CRI (Centro de Recursos para a Inclusão).

Psicóloga Clínica de Novembro de 2011 a Agosto de 2013 nas Unidades de Ensino Estruturado e Autismo dos seguintes Agrupamentos de Escola: Agrupamento Vertical de Escola de Leça da Palmeira/Santa Cruz do Bispo, Agrupamento de Escola Gonçalo Mendes da Maia, Agrupamento de Escolas Infante D. Henrique e Agrupamento de Escolas Sophia de Mello Breyner.

Diretora Técnica das Residências Autónomas da Cercivar de dezembro de 2013 a setembro de 2014 e Coordenadora e Psicóloga do Centro de Recursos para a Inclusão e da Escola de Ensino Especial da Cercivar até ao presente.

Psicóloga Clínica em clínicas do distrito do Porto.

Formadora em diversas áreas.

Catarina  Ribeiro

Catarina Ribeiro

+ info

Catarina  Ribeiro

Catarina Ribeiro

Psicóloga, Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) e formadora desde 2002

Doutorada em Psicologia do Desenvolvimento pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

Mestre em Psicologia Pedagógica

Pós-graduada em Análise e Intervenção Familiar

Pós-graduada em Hipnoterapia e Licenciada em Psicologia

Integra ainda, experiência no ensino da Psicologia em Instituições de Ensino Superior

Especialista em Psicologia da Educação
Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde
Especialidade avançada em Psicologia Vocacional e do Desenvolvimento da Carreira

Formadora certificada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Continua de Professores em A47Psicologia/Psicossociologia; A17 - Desenvolvimento Pessoal e Social; B10- Orientação Vocacional; B13-Psicologia da Educação

Calendário

Início: 29-10-2024
Fim: 19-12-2024
Duração: 44 horas

  • Sessões assíncronas: 21h
  • Sessões Livestream: 23h

Objectivos Gerais
  • Adquirir competências para a realização de processos de encaminhamento e de intervenção em criança, adolescente e adultos com Perturbação do Espetro do Autismo (PEA).
Objectivos Específicos
  • Identificar os intervenientes no processo de avaliação, qual o seu papel e 
    os recursos utilizados, de forma a realizar o encaminhamento adequado 
    para o processo de avaliação.
  • Compreender a perspetiva de diferentes especialidades/intervenções face 
    à PEA;
  • Planear a intervenção para a PEA tendo em conta os sinais de alerta e as 
    características de diagnóstico;
  • Distinguir as principais alterações do desenvolvimento da criança, 
    adolescente e adulto e consequentes problemáticas associadas;
  • Saber analisar dados recolhidos numa avaliação e discutir um caso clínico;
  • Identificar estratégias de intervenção de forma a elaborar um plano de 
    intervenção tendo em conta o diagnóstico e a idade cronológica.
Conteúdos Programáticos

Módulo 1: Perturbação do Espetro do Autismo (PEA) 

  • Evolução Histórica
  • Critérios de Diagnóstico 
    • Comorbilidades
    • Etiologia
  • Sinais de alerta
  • Normas clínicas do SNS 
  • Tratamentos farmacológicos e não farmacológicos
  • Instrumentos de rastreio
    • M-CHAT
  • Instrumentos de diagnóstico
    • CARS
    • ADI-R
    • ADOS
  • Áreas de dificuldade
    • Desenvolvimento cognitivo
    • Atenção
    • Processamento de informação
    • Cognição social
    • Desenvolvimento social e comunicativo
    • Rituais

Formadoras: Dra. Catarina Ribeiro e Dra. Inês Velhote

 

 

 

Módulo 2: Modelos e Programas de Intervenção nas PEA – da intervenção precoce à idade adulta

  • Análise Comportamental Aplicada (ABA)
  • Modelo DIR
  • TEACCH
  • SCERTS
  • Modelo Denver
  • PEERS

Formadora: Dra. Inês Velhote

 

 

Módulo 3: O aluno com PEA em contexto escolar

  • Contexto educativo na PEA
  • Respostas educativas na PEA
  • O papel dos diversos intervenientes no contexto educativo
  • A articulação entre os diversos intervenientes
  • Estratégias de intervenção na PEA

Formadoras: Dra. Carina Vidinha e Dra. Catarina Ribeiro

 

 

Módulo 4: A intervenção na funcionalidade na PEA - atividades da vida diária e Integração Sensorial 

  • Breve descrição dos instrumentos de avaliação utilizados para avaliar a funcionalidade. 
  • Integração sensorial
  • Atividades de vida diária - Compreender conceitos de autonomia e independência 
  • Estratégias gerais de intervenção na funcionalidade
  • A importância da funcionalidade, treino de atividades de vida diária e integração sensorial na intervenção com pessoas com PEA 

Formadora: Dra. Larissa Alves

 

 

Módulo 5: A comunicação e linguagem nas PEA

  • Processos Comunicativos
    • Características e perfis
  • Diagnósticos Diferenciais
    • Diferença entre Atraso, Perturbação Especifica e Desvio
    • Desvio no desenvolvimento comunicativo e linguístico
    • Sinais de alerta
    • Comorbilidades linguísticas e de desenvolvimento
  • Comunicação aumentativa/alternativa (CAA)
    • Definição de CAA 
    • Tipos de sistemas aumentativos e alternativos de comunicação (SAAC)
    • Métodos de utilização
    • Uso escolar e na comunidade
  • Estratégias de intervenção em contexto e comunidade
    • Metodologias de acompanhamento
    • Parceiros de comunicação
    • Adaptações comunicativas
    • Uso da música e movimento como meio comunicativo
    • A família como membro efetivo na intervenção

Formadora: Dra. Silvana Costa

 

 

Módulo 6: Intervenção na regulação emocional, relações interpessoais e competências sociais nas pessoas com PEA

  • A intervenção do Psicólogo Clínico e a intervenção do Psicólogo Escolar
    • Intervenção Precoce
    • Intervenção em idade escolar
  • Estratégias de intervenção
    • Regulação emocional
    • Comportamento 
    • Competências sociais 
    • Pensamento e aprendizagem
    • Intervenção com pais

Formadora: Dra. Inês Velhote

 

 

Módulo 7: A Intervenção com Adultos com PEA

  • Como delinear programas de competências na PEA 
  • Competências profissionais 
    • Intervenção nas carreiras profissionais
      • Modelo PEERS
    • Em Portugal 
      • CADIN 
      • Cooperativa Focus
  • Relacionamentos ao longo da vida
    • Sexualidade
    • ​Educação sexual
    • A sexualidade nas PEA
    • Modelo PEERS
  • Manutenção de competências e bem-estar
    • Estimulação sensorial (as salas de Snoezelen, materiais, objetivos e princípios gerais de intervenção)
    • Integração Sensorial em adultos (objetivos e estratégias gerais de intervenção)
    • Habilitação do contexto (adaptação das atividades, adaptação do ambiente, diferentes experiências sensoriais)
  • Desenvolvimento de competências ao longo da vida
    • Estimulação sensorial e /ou Integração sensorial (objetivos e benefícios)
    • Habilitação do contexto (adaptação das atividades e adaptação do ambiente de acordo com os objetivos)
    • Treino de AVD´s e AVDI's na PEA (estratégias práticas)

Formadoras: Dra. Inês Velhote e Dra. Larissa Alves

 

Módulo 8: Intervenção Multidisciplinar 

  • Equipas de intervenção
    • Modelo multidisciplinar, interdisciplinar e transdisciplinar
  • Intervenção com pessoas com PEA
    • Componente terapêutica
    • Componente pedagógica

Formadora: Dra. Inês Velhote 

Metodologia de Avaliação

- Testes formativos / Casos práticos;

- Critério para aceder à avaliação: participação em 75% da duração do curso.

Certificação / Acreditação

Acreditação: 

De acordo com o n.º 5 do artigo 7º do Regulamento Geral de Especialidades Profissionais da Ordem dos Psicólogos Portugueses, apenas são considerados para efeitos de candidatura à especialidade, os elementos curriculares adquiridos após a conclusão do processo de admissão dos membros, como membros efetivos ou estagiários na Ordem dos Psicólogos.

 

​Certificados:

1-Certificado emitido pela MDC - Psicologia & Formação, Lda (DGERT)

2-Certificado de formação profissional emitido através da SIGO

O certificado de formação profissional do curso é emitido sempre que os formandos atinjam uma classificação final igual ou superior a 10 valores. A emissão é realizada através da plataforma SIGO (sistema de informação e gestão da oferta educativa e formativa) coordenado pelo GEPE - Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010 de 8 de Julho.

O certificado emitido é válido para a obtenção de créditos (ECTS), na candidatura a um Mestrado ou Doutoramento, ao abrigo do Tratado de Bolonha. Nos termos do disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º74/2006,de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º107/2008, de 25 de Junho, retificado pela Declaração de Retificação n.º81/2009, de 27 de Outubro, e Decreto Lei n.º115/2013, de 7 de Agosto, com republicação, tendo em vista o prosseguimento de estudos para obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), os estabelecimentos de ensino superior poderão creditar ECTS.

O certificado emitido pode também ser considerado para efeitos de valorização da candidatura num concurso público ou privado, de acordo com o regulamento específico do concurso.

Informações Genéricas

 

 

Informações Gerais / Certificado / Condições de Pagamento

 

Informações Gerais

Após validação da inscrição, no dia de início da mesma, receberá, por email, as credenciais de acesso à nossa plataforma e-learning, na qual decorrerá a formação.

De realçar que terá acesso à formação, no máximo, até 1 mês após a data de conclusão definida em calendário no site. Ser-lhe-á possível confirmar a data exata após efetuada a inscrição.

Após este período deixará de ter acesso à formação, pelo que deverá utilizar este período para rever conteúdos e guardar documentação.

 

Certificado 

O seu certificado ficará disponível após receber um email automático para proceder ao download do mesmo na sua área reservada, junto da fatura e do contrato.

 

Condições de Pagamento

Deverá efetuar o pagamento até ao prazo limite de inscrição.

No processo de inscrição online poderá optar por um dos seguintes métodos de pagamento :

  • Referência Multibanco
  • MB Way
  • Transferência bancária (neste caso terá de anexar o respetivo comprovativo de transferência)

 

Desistências

 As desistências sem justificação plausível e sem aviso prévio superior a 48h úteis não terão direito a devolução do montante pago (exceto Formação Pedagógica Inicial de Formadores, à qual se aplica um prazo mínimo de 7 dias).