Formação

Primeiros Socorros Psicológicos

Destinatários: Estudantes e profissionais da área da saúde

Ver todas as Acções

Objetivos:

  • Definir e conceptualizar os Primeiros Socorros Psicológicos;
  • Enumerar e compreender as principais etapas dos PSP;
  • Entender a sequência comportamental de atuação em situação de crise;
  • Enunciar e compreender a importância das quatro bases da Responsabilidade Social dos PSP;
  • Compreender a importância da adequação dos estilos de comunicação na intervenção em situação de crise;
  • Refletir sobre a importância da cultura em PSP;
  • Adquirir conhecimentos básicos de intervenção em situações de desastres naturais, em situações de violência e de acidente;
  • Atentar às situações particulares e especiais de intervenção em PSP com populações-alvo potencialmente vulneráveis;
  • Compreender a importância da gestão do stress do próprio prestador de cuidados psicológicos;
  • Conhecer estratégias básicas de gestão emocional;
  • Colocar em prática os conhecimentos adquiridos, desenvolvendo a capacidade de reflexão sobre a intervenção em PSP.

 

Conteúdos:

  • Definição e conceptualização dos primeiros socorros psicológicos (PSP);
  • As Etapas dos PSP;
  • Quem, quando, onde; 
  • As quatro bases da Responsabilidade social dos PSP;
  • Os principais princípios de Ação dos PSP;
  • Situações de desastre natural, de violência e acidente;
  • Particularidades de intervenção com populações potencialmente mais vulneráveis;
  • Gestão do stress do prestador de PSP;
  • Prática e reflexão.

Condições especiais:

- 10% de desconto na inscrição em dois ou mais workshops de Verão (desconto válido apenas nas formações presenciais e não acumulável com outros em vigor).

Formadora: Maria João Carneiro

Psicóloga, Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Pós-Graduada em Neuropsicologia Clínica. Pós-Graduada em Cuidados Continuados e Paliativos.

Formadora nas áreas da Saúde e Psico-Oncologia.

Experiência em intervenção neuropsicológica nomeadamente em estimulação cognitiva com crianças e jovens com deficiência e com população adulta/idosa.

Experiência no apoio psicológico a doentes e familiares de utentes com doença oncológica, de várias faixas etárias.