Formação

Estratégias para promover novas aprendizagens e lidar com comportamentos na terceira idade - abordagem comportamental

Destinatários: Estudantes e/ou profissionais de saúde e de áreas sociais.

 

Ver todas as Acções

Horário

Não existem Acções Agendadas

Objetivos:

Gerais

  • ​Compreender o fenómeno do envelhecimento, distinguindo as caraterísticas de um percurso normal e de um patalógico;
  • Identificar os tipos de demência mais comuns e seus sintomas;
  • Conhecer a história da evolução da análise comportamental aplicada e suas aplicações, em particular, a gerontologia comportamental;
  • Reconhecer os princípios e conceitos da ciência comportamental;
  • Identificar e aplicar as estratégias comportamentais mais adequadas para promover aprendizagens e lidar com comportamentos desadequados.

Específicos

  • ​Identificar os vários processos que interferem com a cognição no envelhecimento e as suas implicações;
  • ​Reconhecer os principais sintomas das demências e o seu impacto na qualidade e bem-estar do idoso;
  • ​Compreender o conceito de comportamento e realizar a sua análise funcional;
  • Analisar os comportamentos com o intuito de indagar a sua função e estabelecer estratégias específicas e efetivas;
  • Identificação os vários tipos de reforço e sua utilização;
  • Aplicar os procedimentos para desenvolver novas aprendizegens e decompor o comportamento em vários passos de aprendizagem;
  • Aplicar as estratégias de extinção e de reforçamento diferencial para diminuir comportamentos indesejados;
  • Mediante a apresentação de situações reais, ser capaz de colocar em prática as técnicas comportamentais, tendo em conta o objetivo proposto: aprender, alterar, manter ou extinguir um comportamento.

Conteúdos:

  • O envelhecimento:
    • Caraterização;
    • Demências e comportamentos associados;
  • A ciência do comportamento e o envelhecimento:
    • ​Definição do comportamento humano;
    • ​Princípios básicos
    • Observação e medição do comportamento humano;
  • Contigência dos três termos do comportamento:
    • Reforçamento;
    • Extinção;
    • Punição;
  • ​Controlo de estímulos: descriminação e generalização;
  • Procedimentos para estabelecer novos comportamentos de aprendizagens:
    • Shaping;
    • Prompting e transferência do controlo de estímulos;
    • ​Chaning;
    • Treino comportamental de competências;
  • ​Procedimentos para aumentar comportamentos desejados e diminuir os indesejados:
    • Análise funcional do comportamento;
    • ​Extinção;
    • ​Reforço diferencial;
    • Controlo de antecedentes;
    • Promover a generalização das aprendizagens;
  • ​Da teoria à prática: análise de casos práticos:
    • ​Análise e desenho de programas de intervenção para novas aprendizagens nos idosos;
    • ​Comportamentos disruptivos e desafiantes: análise e propostas de estratégias de intervenção.

 

 

 

Formadora: Maria Isabel Tomás Lourenço

Licenciada em Reabilitação Psicomotora pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (2010) e mestre em Atividade Física para a Terceira Idade pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (2013).

Começou a trabalhar com crianças e jovens com atrasos no desenvolvimento e perturbações comportamentais em 2012, utilizando a análise comportamental aplicada.

Atualmente é psicomotricista e co-fundadora do projeto Mima Mais - Serviços Terapêuticos, o qual preconiza a intervenção baseada na análise comportamental aplicada. Possui o curso "Máster en Intervención ABA en Autismo y otros Trastornos del Desarrollo" da ABA España. Possui a certificação de Nível 1 do Pivotal Response Treatment (PRT), assim como o workshop de iniciação ao Modelo de Denver.

Formadora: Maria Alexandra Marques

Licenciada em Psicologia pelo Instituto Superior da Maia (2007).

Realizou o curso intensivo de formação em ABA/CV (análise comportamental aplicada/ comportamento verbal) no Centro Ciel em Barcelona.

Frequentou o Curso à distância de Terapia Analítico-Comportamental Infantil do Instituto de Psicologia Aplicada de Brasília e mais recentemente o curso de Especialização em Perturbações do Espectro do Autismo, na Criar (Porto).

Começou a trabalhar com crianças e jovens com atrasos no desenvolvimento e perturbações comportamentais em 2009, utilizando a análise comportamental aplicada. Atualmente é terapeuta comportamental e co-fundadora do projeto Mima Mais - Serviços Terapêuticos, o qual preconiza a intervenção baseada na análise comportamental aplicada.